Os 7 micronutrientes que os praticantes de exercício físico devem focar

Os 7 micronutrientes que os praticantes de exercício físico devem focar

Por Em Nutrição & Saúde Em 20 de setembro de 2017


Segundo a revista Norte Americana Men’s Fitness, a colina está entre os 7 melhores micronutrientes para aqueles que possuem uma alimentação voltada para o mundo daqueles que praticam atividade física. Confira a lista publicada abaixo:

1. Colina

A colina ajuda a enviar sinais do cérebro para os músculos, tornando-o um nutriente essencial para a função muscular. Porém, de acordo com recente pesquisa, quase 90% dos americanos não consomem os 550 mg recomendados por dia, e isso provavelmente ocorre porque as melhores fontes de colina são alimentos como fígado. Mas uma dieta balanceada – rica em carnes, ovos e vegetais verdes – pode ajudar a obter uma quantidade considerável desse nutriente. A colina também pode ser encontrada em alimentos fortificados e em suplementos.

2. Iodo

“O iodo tem a função de regular a temperatura corporal, a reprodução, a taxa metabólica, o crescimento do corpo, etc.” afirma Elizabeth Ann Shaw, autora da Shaw’s Swaps Simples, blog voltado para assuntos de nutrição, vida saudável e bem-estar. A deficiência de iodo pode causar bócio ou uma tireoide hipoativa, o que pode retardar o metabolismo drasticamente e forçar o corpo a segurar o peso. Frutos do mar são uma excelente fonte desse nutriente.

3. Vitamina D

Vitamina D, a “vitamina do Sol”, é frequentemente associada à prevenção de certas doenças como câncer, diabetes, esclerose múltipla, pressão alta e até mesmo a gripe – e, ainda assim, muitas pessoas carecem dessa vitamina. “Vitamina D é essencial para a absorção do cálcio e força óssea”, diz Alissa Rumsey, proprietária da Alissa Rumsey Nutrition and Wellness.

4. Magnésio

O magnésio é um micronutriente de preocupação para aqueles que praticam exercícios físicos, já que é necessário para a função cardíaca e muscular, além de desempenhar um papel importante no equilíbrio de eletrólitos, absorção de oxigênio e produção de energia. Segundo estudo recente é recomendado o consumo diário de 400 – 420 mg de magnésio, e sua deficiência pode aumentar o risco de morte por doenças cardíacas. Felizmente, existem diversos alimentos que são fontes de magnésio, como: folhas verdes, amêndoas, sementes de abóbora, lentilhas, grão de bico, aveia, arroz integral e abacate.

5. Biotina

A biotina, também conhecida como vitamina H, é essencial para converter carboidrato em glicose e fornecer energia para a prática de exercícios. Também desempenha um papel vital na saúde da pele e das unhas. Felizmente, a biotina está em muitas fontes de alimentos, como: gemas de ovo, nozes, legumes, grãos inteiros, couve-flor, banana e cogumelos, sendo assim, sua deficiência é improvável, diz Shaw.

6. Potássio

O potássio desempenha um papel fundamental na manutenção do equilíbrio dos fluídos e na melhora da saúde cardíaca. É possível o consumo de, pelo menos, 4.700 mg de potássio por dia, em uma dieta que tenha: banana, batata doce, beterraba, tomate, laranja, abacate e couve de Bruxelas. A falta de reposição de potássio após uma sessão de treino pode aumentar os sintomas de desidratação.

7. Zinco

O zinco desempenha papel importante para a função enzimática, cicatrização de feridas, síntese proteica e imunidade. A maioria dos homens comem os 11 mg recomendados de zinco por dia, o que é bom pois sua deficiência pode causar impotência. Ele pode ser encontrado em ostras, carne vermelha e aves, iogurtes, queijo, caju, grão de bico, amêndoas e feijão.

Fonte: http://www.mensfitness.com/nutrition/what-to-eat/7-micronutrients-every-fit-guy-should-focus/slideshow

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Sobre o Autor

Kilyos Nutrition

Deixe um comentário

Receba nossas novidades por e-mail

Não divulgaremos suas informações