+55 11 2925 6035

imagem da noticia
Os lácteos estão entre os produtos alimentícios mais consumidos no Brasil e no mundo. Sua lista de aplicação é extensa, e seu consumo faz-se presente em todos os estágios da vida, da infância à senescência, seja no leite preparado especialmente para bebês e crianças, no leite do café da manhã, no queijo do lanche da tarde, no iogurte, em molhos e assim por diante. Por isso, esse tipo de produto vem sendo, cada dia mais, alvo de fortificação com minerais e vitaminas.
 
 
Vitamina K2

Como publicado no post da semana passada, a vitamina K2 tem importante atuação na saúde da gestante e do bebê por auxiliar na formação óssea, na saúde cardiovascular, na prevenção de hemorragia durante a gravidez, entre outros. É uma vitamina essencial que pode ser encontrada, principalmente, em alimentos fermentados, como a soja fermentada.

Por sua vez, a soja fermentada pode ser base de alimentos como o natto. Muito consumido no Japão, o natto deu origem ao MenaQ7®, uma forma da vitamina K2 comercializada pela Nattopharma, empresa norte-americana representada pela Kilyos no Brasil.

Utilizado em um estudo realizado no ano passado por Knappen et al., o MenaQ7® demonstrou ser uma ótima alternativa para a fortificação de lácteos. Nesse estudo, 56 adultos de ambos os sexos, com idades entre 45 e 65 anos, consumiram 56ug de vitamina K2 em forma de MenaQ7® em 250 ml da bebida, durante 12 semanas, no café da manhã e no jantar. Ao final do estudo, houve um aumento nos níveis circulantes de MenaQ7®.

Isso sugere que o iogurte é um ótimo veículo para fortificação de vitamina K2, pois, apesar de pequenas doses, houve melhora significativa do status de vitamina K2 nos participantes. Hogne Vik, CEO da Nattopharma, afirmou, sobre o estudo, que ele “não só confirma que o uso, a curto prazo, de MenaQ7® pode melhorar a saúde, mas também que o iogurte é uma forma eficaz de fornecer ao público esse importante nutriente (vitamina K2)”.
 
“Temos a documentação clínica mostrando que as crianças, geralmente, são deficientes de vitamina K2. A confirmação de que nosso ingrediente se aplica também a um produto lácteo, como o iogurte, é uma importante descoberta. Isso significa que nós podemos tornar o nutriente disponível para mais pessoas, alcançar um público mais jovem e criar uma geração mais saudável”, conclui Vik.

Materias relacionadas

imagem da noticia

O papel do zinco na cirrose

imagem da noticia

Beleza de dentro para fora

imagem da noticia

O papel da colina na saúde hepática