+55 11 2925 6035

imagem da noticia
Atualmente o mercado mundial de vitaminas e suplementos alimentares, de acordo com o Euromonitor, é de quase 110 bilhões de dólares. Em 2019, foi registrado um crescimento de 7%, no Brasil, atingindo vendas de R$ 6,6 bilhões. O mercado brasileiro corresponde a 30% do mercado latino americano de suplementos dietéticos. Com um consumidor cada vez mais preocupado com questões de saudabilidade, a previsão é que esse segmento continue crescendo. Os consumidores brasileiros possuem algumas contradições em seu comportamento, apesar de 75% deles alegarem estar informados sobre o papel dos alimentos para a sua saúde, de acordo com pesquisa A Mesa dos brasileiros, as mudanças de estilo de vida têm contribuído para as dietas mais pobres em nutrientes, como pode ser observado por uma diminuição, ano a ano, do consumo de alimentos nutritivos como frutas e verduras, de acordo com o Ministério da Saúde.

Para equilibrar sua ingestão, muitos brasileiros estão recorrendo aos suplementos alimentares. Uma pesquisa sobre saúde e nutrição, realizada pelo Euromonitor, mostrou que 54% dos entrevistados concordam que vitaminas e suplementos são importantes para a própria saúde, e nutrição em geral. A porcentagem torna-se mais representativa quando comparada àqueles que afirmaram que recebem todas as vitaminas e nutrientes dos alimentos (46%). Tal lacuna continua favorecendo o consumo de suplementos alimentares, uma vez que, menos de metade dos inquiridos consideram que podem obter todos os nutrientes necessários diretamente dos alimentos. Essa pesquisa corrobora dados encontrados em outra, realizada pela ABIAD (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres), em 2015 com 1.005 pessoas em 7 capitais, sobre o consumo de suplementos alimentares, que conseguiu traçar um panorama sobre o que os consumidores procuram ao buscar esses produtos. Do total dos lares entrevistados, em 54% deles havia o consumo de algum suplemento, sendo que a maior parte (74%) consome para complementar a alimentação e apenas 29% para ‘prevenir’ doenças.

Os multivitamínicos são os produtos mais consumidos entre as pessoas com 25 a 50 anos de idades. Entre os minerais mais consumidos estava o cálcio (13%), seguido pelo ferro (4%). Observa-se um papel importante do profissional de saúde para a decisão de consumir suplemento alimentar. De acordo com pesquisa da Qualibest, 39% dos consumidores buscam informação com o clínico geral e 31%, com nutricionista. Já para escolher a marca, 33% recorrem ao clínico e 30% ao farmacêutico. Farmácias são o maior canal de vendas dos suplementos vitamínicos e minerais na América Latina, principalmente devido à prevalência cultural do canal no Brasil, onde responde por 83% das vendas. A venda direta também permanece forte na região, já que os consumidores latino-americanos nas áreas rurais apreciam a interação pessoal proveniente de vendedores locais. Com um mercado potencial alto para suplementos alimentares, 79% dos consumidores ainda sente falta de algo no mercado, o que abre uma porta de oportunidades para a indústria.


Referências Bibliográficas
ABIAD. Pesquisa: Hábitos de consumo de Suplementos Alimentares no Brasil

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças não Transmissíveis. Vigitel Brasil 2018: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2018 / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças não Transmissíveis. – Brasília: Ministério da Saúde, 2019.

Fiesp, Ciesp. A Mesa dos Brasileiros: Transformações, confirmações e contradições. 2018 Qualibest. Quem são os consumidores de Vitaminas no país? 2017 Mintel. A year of innovation in VMS, 2018: More vitamins, minerals and supplements can tap into mental health and microbiome trends, blur with food/drink or provide greater transparency.
Euromonitor. Vitamins and Dietary Supplements in Latin America. 2019

Materias relacionadas

imagem da noticia

Suplementação vitamínica e mineral: você sabe o que está consumindo?

imagem da noticia

Qual a importância da regulação intestinal?

imagem da noticia

Idosos e os nutrientes essenciais na prevenção do coronavírus