+55 11 2925 6035

imagem da noticia
A semana começou com a notícia animadora da aprovação pela ANVISA de vacinas contra a COVID-19 para uso emergencial no Brasil. No entanto, enquanto a vacinação não é disponibilizada para toda a população, medidas como o isolamento social e a nutrição adequada para o suporte da imunidade continuam sendo de extrema importância para a prevenção do avanço da COVID-19, que permanece se espalhando rapidamente e afetando um número expressivo de brasileiros. Além disso, paralelamente à vacinação, persiste a busca por opções terapêuticas eficazes para a doença.

Alguns nutrientes têm a capacidade de modular o sistema imunológico inato e adquirido e desempenham papéis importantes na resistência antiviral. A constatação de possíveis ações sinérgicas entre nutrientes, bem como entre nutrientes e fármacos, podem permitir o desenvolvimento de formulações complexas que atuam de forma diferente dos componentes individuais.

Nutrientes e a imunidade antiviral
Nutrientes específicos, como o zinco, a vitamina D e a glutamina, apresentam potencial adjuvante na prevenção e tratamento de infecções virais.

O zinco é um mineral essencial para a imunidade. Como mencionado anteriormente, estudos demonstraram uma importante atividade antiviral direta desse nutriente contra diversos vírus, como o SARS-CoV-2 (causador da COVID-19), rinovírus, influenza, vírus da herpes e vírus da hepatite E.

Da mesma forma, além da sua importância para a imunidade, estudos têm sugerido um papel antiviral da vitamina D. Sabe-se que esse nutriente é parte integrante da resposta imune inata e está associado ao reconhecimento de patógenos invasores (como os vírus) pelo sistema imune.

Já a glutamina é um aminoácido essencial para a proliferação de células imunes, como os linfócitos, dando suporte à produção de energia para essas células. Os linfócitos T são ativados rapidamente após sua interação com patógenos, o que requer uma alta demanda de energia com o suporte da glutamina.
 
OncoTherad
O OncoTherad é um agente imunoterápico, em fase de testes clínicos, desenvolvido pelos pesquisadores Dr. Wagner José Fávaro e Dr. Nelson Durán, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O imunoterápico se mostrou seguro e eficaz para estimular o sistema imune a combater diferentes tumores, em especial o câncer de bexiga. Recentemente, foi testado em cinco pacientes com câncer de bexiga que contraíram a COVID-19, apresentando resultados promissores: o OncoTherad amenizou a inflamação no pulmão e encurtou o tempo de internação dos pacientes.

Interferons e as respostas antivirais
Os interferons (IFNs) são um grupo de citocinas secretadas por células imunológicas ou infectadas por vírus com funções críticas no sistema imunológico, incluindo a ativação de células imunes como macrófagos e natural killer. Essas citocinas desempenham um papel importante nas defesas antivirais da imunidade inata e são consideradas a primeira linha de defesa do organismo contra infecções por vírus.

Os IFNs atuam ativando a expressão de vários genes que combatem a replicação de vírus e têm sido usados terapeuticamente para doenças virais crônicas e câncer. No entanto, os coronavírus, incluindo o SARS-CoV-2, são conhecidos por suprimir e evadir as respostas antivirais dos IFNs no organismo.

Nesse contexto, vale notar que os nutrientes zinco, vitamina D e glutamina, bem como o imunoterápico OncoTherad, são capazes de aumentar a sinalização de IFNs, atuando como facilitadores das respostas imunológicas mediadas por essas citocinas. Dessa forma, a combinação do OncoTherad com esses nutrientes pode ser uma opção potencial na prevenção ou terapia da COVID-19.

Considerações finais
A combinação dos nutrientes zinco, vitamina D e glutamina com o OncoTherad pode fornecer suporte metabólico específico que, quando coordenado com seus efeitos antivirais individuais, poderia representar uma ação terapêutica e/ou preventiva contra a COVID‑19. Estudos são necessários para avaliar a combinação desses compostos e padronizar as dosagens que poderiam trazer maiores benefícios aos pacientes.

Para mais informações sobre a o potencial dos nutrientes e OncoTherad para o tratamento da COVID-19, acesse o estudo recente publicado pelo time de Scientific & Medical Affairs da Kilyos Nutrition em colaboração com o dr. Wagner José Fávaro da Unicamp (criador do OncoTherad) aqui.



 
Produzido por: Andrea Rodrigues Vasconcelos, PhD
 
Referência
Name JJ, Vasconcelos AR, Souza ACR, Fávaro WJ (2021). Vitamin D, zinc and glutamine: Synergistic action with OncoTherad immunomodulator in interferon signaling and COVID‑19 (Review). Int J Mol Med. 47(3):11. doi: 10.3892/ijmm.2021.4844.
Durán N e Fávaro WJ (2020). Immunomodulators acting on covid‑19: Actual knowledge and perspectives. J Appl Microb Res. 3: 37‑44.
Delafiori J, Alonso JCC, Santos LA, Oliveira DN, Navarro LC, Busanello ENB, Sales GM, Oliveira AN, Rocha AR, Durán N, Catharino RR, Favaro W (2020). A 78-Year Old Urothelial Cancer Patient with Faster Recovery from COVID-19: Potential Benefit from Adjuvant Active Immunotherapy. Disponível em SSRN: https://ssrn.com/abstract=3609259 ou http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.3609259
Agência FAPESP. Fármaco desenvolvido para tratar câncer acelera a recuperação de casos graves de COVID-19. Disponível em: https://agencia.fapesp.br/farmaco-desenvolvido-para-tratar-cancer-acelera-a-recuperacao-de-casos-graves-de-covid-19/33389/ Acesso em: 19 de janeiro de 2020.
Souza ACR, Vasconcelos AR, Prado PS, Pereira CPM (2020). Zinc, Vitamin D and Vitamin C: Perspectives for COVID-19 With a Focus on Physical Tissue Barrier Integrity. Frontiers in nutrition, 7, 295. doi: 10.3389/fnut.2020.606398
 

Materias relacionadas

imagem da noticia

Importância da colina para os primeiros 1000 dias de vida

imagem da noticia

Colina: nutriente essencial para o bebê durante a gravidez

imagem da noticia

Como manter a boa nutrição com uma dieta vegetariana?