+55 11 2925 6035

imagem da noticia
Escolhendo entre o uso tópico e oral
A astaxantina natural atua em todas as camadas da pele reduzindo os sinais de envelhecimento, auxiliando na hidratação, na elasticidade e na suavidade da pele. Alguns antioxidantes são hidrossolúveis e não conseguem acessar as membranas celulares da pele, deixando-as vulneráveis aos danos oxidativos. A astaxantina é um nutriente lipossolúvel com uma estrutura única que combina perfeitamente com as membranas celulares da sua pele! Ela protege o que outros antioxidantes não conseguem. Para ajudar a manter a pele saudável, a astaxantina natural pode ser usada de forma tópica ou por via oral. Esse antioxidante ajuda a manter a umidade da pele, torna a pele mais resistente a fatores externos, promove a longevidade das estruturas dérmicas existentes e auxilia na reposição de importantes componentes que contribuem para a hidratação, a suavidade, a elasticidade e a aparência mais jovial da pele.

Astaxantina AstaReal® é um nutriente clinicamente testado e aprovado por mais de 60 estudos clínicos. Entre os estudos realizados, alguns testaram a astaxantina AstaReal® por via oral, um outro testou a astaxantina aplicada de forma tópica, como um creme, e dois estudos combinaram a administração oral e tópica. A forma como a astaxantina é administrada pode influenciar a dosagem da formulação, as alegações do produto e a experiência do consumidor.
 
Alegações e dosagens da astaxantina no usotópico
Em um estudo, 11 mulheres com idade entre 20-50 anos aplicaram uma quantidade de 0,2g de creme com 0,035 mg/gde astaxantina AstaReal® duas vezes por dia durante 3 semanas. Um total diário de 0,014mg de astaxantina AstaReal® foi aplicado no rosto diariamente usando esse método, o que resultou em uma melhora de 3,32% na hidratação da pele depois de 3 semanas em comparação com a fase inicial (p<0,05). Dessas 11 mulheres, 9 relataram uma melhora subjetiva na suavidade da pele e 7 reportaram melhora subjetiva na maciez e na elasticidade.

Alegações e dosagens para administração oral de astaxantina (“beauty from within”)
Estudos clínicos avaliaram diferentes doses de suplementação com astaxantina AstaReal® (entre 2 e 12mg/dia). A suplementação, por 4 semanas, com a dose mais baixa (2 mg/dia de astaxantina AstaReal®) em 16 mulheres com idade média de 40 anos apresentou melhor hidratação no canto superior do olho no grupo AstaReal ( aumento ~ 34 microsiemens) quando este foi comparado ao grupo placebo (aumento ~ 2 microsiemens; p<0,05). Isso é equivalente a uma melhora 17 vezes maior na hidratação da pele no grupo AstaReal em comparação com o placebo. Os especialistas em cosméticos também relataram melhoras subjetivas na suavidade (p<0,01), na umidade (p<0,05) e na elasticidade da pele (p<0,01) nas mulheres do grupo AstaReal, em comparação com o grupo placebo, após 4 semanas de suplementação.

A suplementação com astaxantina AstaReal® também foi testada com doses de 3, 6 e 12 mg/dia em mulheres e homens, mostrando resultados significativos na melhora da hidratação da pele, na redução da perda de água transepidérmica, na melhora da viscoelasticidade e da suavidade da pele e na redução da profundidade das rugas. Um estudo clínico usando 4 mg/dia de astaxantina natural também apresentou um aumento da dose eritomatosa mínima  em resposta à radiação UV.

Combinando formas de astaxantina via oral e tópica
Dois estudos clínicos humanos usaram suplementação oral com 6mg/dia de astaxantina AstaReal® e aplicação tópica com creme de astaxantina AstaReal®  aplicado em 1mL duas vezes por dia a uma concentração de 0,047 mg/mL (total de 0,094 mg de astaxantina por dia) durante 4 ou 8 semanas. Juntos, esses estudos mostraram uma melhora de 4% na textura da pele após 4 semanas (n = 30; p <0,01), uma redução de 14% na largura máxima da ruga mais profunda no grupo AstaReal em comparação ao grupo placebo após 8 semanas (n = 28; p <0,01), uma melhora de 3,3% na elasticidade da pele após 8 semanas (n = 30; p <0,01), uma redução de 2,2 mm2 no tamanho do age spot após 8 semanas (n = 29; p <0,01) e a melhora na estrutura do corneócito.

Onde a astaxantina tem efeito: suplementação oral versus aplicação tópica
Quando ingerida, a astaxantina natural foi detectada tanto na derme quanto na epiderme em estudos pré-clínicos. Esta cobertura eficaz da pele permite que a Astaxantina AstaReal® exerça seus efeitos de “beleza por dentro” em estudos clínicos em humanos. Embora a maioria dos desfechos clínicos tenham sido medidos na pele facial, melhorias na hidratação da pele e na resposta aos raios ultravioleta também foram medidas em outras regiões. Portanto, quando ingerida, a Astaxantina AstaReal® é distribuída por todas as camadas da pele e áreas do corpo. Tomado por via oral, a AstaReal® pode fornecer benefícios adicionais ao corpo inteiro, para a saúde dos olhos, músculos, cérebro, imunológico e cardiovascular.
 
Uma aplicação tópica permite focar em áreas da pele que precisam de mais atenção, como a delicada pele ao redor dos olhos. Este tipo de aplicação também se concentra no suporte para o estrato córneo, ou camada superior da pele, que mantém a função de barreira da pele e reduz a perda de água por evaporação.
 
A combinação de entregas via oral e tópica permite uma entrega de benefícios para todo o corpo, juntamente com suporte extra por aplicação tópica em locais específicos, dando aos consumidores mais opções para adaptar seu uso e dando aos formuladores flexibilidade para aproveitar os benefícios da Astaxantina AstaReal®.
 


Referências:
1. Seki, T., et al. Fragrance Journal. 12, 98–103 (2001). 2. Tominaga, K., et al. Food Style 21. 13, 1–5 (2009). 3. Tominaga, K., et al. Acta Biochim. Pol. 59, 43–7 (2012). 4. Tominaga, K., et al. J. Clin. Biochem. Nutr. 61,33–39 (2017). 5. Yamashita, E. Food Style 21. 6,112–117 (2002). 6. Ito, N. et al. Nutrients. 10 (817):1-10 (2018). 7. Tsukahara, H. et al. Jpn J. of Comp.&Alt. Med. 13(2):57-62 (2016).
 

Materias relacionadas

imagem da noticia

Todo mundo já ouviu falar do whey protein, mas e do colostro?

imagem da noticia

Zinco glicinato x Zinco gluconato: Eficácia de absorção

imagem da noticia

Vitamina K2 como possível aliada contra a COVID-19