+55 11 2925 6035

imagem da noticia
Muitas pessoas ainda associam suplementos nutricionais com o Whey Protein, consumido por praticantes de esportes e atletas para auxiliar no ganho de massa muscular. Mas a verdade é que a suplementação nutricional vai muito além disso, podendo trazer benefícios em muitos cenários relacionados à saúde.

A fim de melhorar a saúde e bem-estar, profissionais da saúde incentivam o aumento da atividade física e a adoção de uma dieta equilibrada. No entanto, devido à diversos fatores, é muito difícil obtermos todos os nutrientes (como vitaminas e minerais) em quantidades adequadas somente através da dieta, mesmo que balanceada. Vale mencionar que atletas frequentemente são mais propensos a deficiências de nutrientes porque muitas vezes adotam dietas restritivas que limitam o consumo de determinados alimentos ricos em micronutrientes específicos, o que ressalta a importância da suplementação nutricional.

Em relação ao desempenho físico e ganho muscular, foi comprovado que estes podem ser impactados negativamente pela baixa ingestão de vitaminas e minerais. Assim, em se tratando de nutrição esportiva, além do Whey Protein como fonte de proteína, outros importantes nutrientes podem ser suplementados para dar suporte na melhora da performance física, como descrito adiante.

 
Nutrientes importantes para o desempenho físico

Magnésio
O magnésio é necessário para a síntese de proteínas no organismo e para a contração muscular. A privação de magnésio aumenta a necessidade de oxigênio para o exercício, bem como reduz a resistência física.

Diversos estudos avaliaram a associação entre o nível de magnésio ou sua suplementação e o desempenho nos exercícios e descobriram que a necessidade do mineral é elevada com o aumento do nível de atividade física dos indivíduos.

Estudos em animais indicaram ainda que o magnésio pode melhorar o desempenho nos exercícios, aumentando a disponibilidade de glicose para o cérebro, músculos e sangue e reduzindo o acúmulo de lactato nos músculos.

Ademais, estudos demonstraram uma associação positiva entre o nível de magnésio no organismo e o desempenho muscular. Foi visto que a suplementação de magnésio pode melhorar a funcionalidade dos músculos, inclusive em idosos.

Vale mencionar que o MagnaPower, uma molécula patenteada pela AlbionTM formada pela ligação do magnésio com a creatina, une em um único composto os benefícios ergogênicos bem conhecidos da creatina com o magnésio em um mineral quelato de alta absorção e biodisponibilidade, otimizando a função muscular e desempenho físico.
 
Ferro
Além de ser necessário para o metabolismo energético, o ferro é componente integrante de muitas enzimas e proteínas, como a hemoglobina das células vermelhas do sangue que transporta oxigênio para o organismo como um todo, inclusive para os músculos. A deficiência de ferro, com ou sem anemia, prejudica a função muscular e limita o desempenho físico.
 
Outros minerais
Além dos minerais mencionados acima, outros também são essenciais para o desempenho físico e ganho muscular: o cálcio é crucial para o fortalecimento dos ossos e auxilia na regulação da contração muscular; o zinco, como parte integrante de muitas enzimas, é necessário para a produção de proteínas e material genético, essenciais durante o processo de construção muscular; o manganês desempenha um papel importante na formação dos tecidos conjuntivos, importantes para a função muscular; e o sódio e o potássio são essenciais para a contração dos músculos e transmissão nervosa.
 
Vitaminas
Assim como ocorre com os minerais, deficiências de vitaminas específicas podem impactar negativamente o desempenho físico. Por exemplo, a privação de folato e vitamina B12 resulta em anemia e reduz o desempenho durante o exercício de resistência.
 
Considerações finais
Diante do exposto, nota-se que diversos nutrientes são fundamentais para o desempenho físico ótimo. Essas informações são úteis para profissionais que aconselham pessoas fisicamente ativas para melhorar a saúde e otimizar o potencial físico e de ganho de massa muscular, eventualmente indicando a suplementação nutricional quando necessária.

Por fim, em se tratando de suplementação mineral, vale lembrar que a Albion™ é a única empresa que produz minerais quelatos com comprovação científica de maior segurança, absorção, biodisponibilidade e eficácia em relação aos sais minerais inorgânicos convencionais (como óxidos, sulfatos e carbonatos). A Albion™, pioneira e líder mundial de minerais quelatos e representada exclusivamente pela Kilyos Nutrition no Brasil, possui um portfólio de minerais orgânicos de qualidade reconhecida internacionalmente e aprovados pela Anvisa para uso em suplementos nutricionais.
 


Produzido por: Andrea Rodrigues Vasconcelos, PhD
 
Referências
Ashmead HD (2012). Amino Acid Chelation in Human and Animal Nutrition. Boca Raton, FL, CRC Press.
 Lukaski HC. (2004). Vitamin and mineral status: effects on physical performance. Nutrition. 20(7-8):632-44.
Zhang Y et al. Can Magnesium Enhance Exercise Performance? Nutrients. 2017;9(9):946.
Veronese N et al. (2014). Effect of oral magnesium supplementation on physical performance in healthy elderly women involved in a weekly exercise program: a randomized controlled trial. Am J Clin Nutr. 100(3):974-81.
Kreider RB et al. (2017). International Society of Sports Nutrition position stand: safety and efficacy of creatine supplementation in exercise, sport, and medicine. J Int Soc Sports Nutr. 14:18.
Staff H (2019). Minerals: Their Functions and Sources. Acesso em: 29 de novembro de 2020. Disponível em: < https://www.uofmhealth.org/health-library/ta3912#ta3912-sec>

Materias relacionadas

imagem da noticia

Coronavírus e a deficiência de vitamina D

imagem da noticia

Importância da colina para os primeiros 1000 dias de vida

imagem da noticia

Mitos e verdades sobre a acne