+55 11 2925 6035

imagem da noticia

Atualmente, observando-se a divulgação de muitas marcas de suplementos alimentares, é possível verificar que a comunicação com o público está cada vez melhor, ampliando o conhecimento das pessoas sobre esses produtos. O fácil acesso à informação permite maior autonomia, deixando em alguns momentos a prescrição médica como segunda opção. Por isso, a combinação entre proximidade com o consumidor e produtos com melhor projeção de vendas para os próximos anos colocam os suplementos em uma categoria que está credenciada a receber investimentos de diversos fabricantes. 
 

No Brasil, em 2018, os suplementos alimentares registraram um crescimento de valor de 9%, atingindo 3,4 bilhões de dólares em vendas. Em 2019, espera-se que os suplementos de vitaminas combinados, ou seja, aqueles adicionados de um ou mais ingredientes às vitaminas, tenham um desempenho ainda melhor, previsão do mercado que se mantém até 2023.
 

Atualmente, alguns fabricantes continuam a investir na criação de fórmulas combinadas, que tragam benefícios funcionais e sejam de fácil entendimento para o consumidor. Essa mudança no cenário ocorre porque hoje a população tem uma preocupação maior com o que está consumindo, com as substâncias presentes no produto, a origem de seus ingredientes e quais benefícios serão proporcionados. 
 

É notável a grande oportunidade para produtos com novos nutrientes se sobressaírem, especialmente aqueles que agreguem funcionalidade comprovada à maior naturalidade, sustentabilidade e saúde. Muitas marcas de suplementos alimentares estão melhorando sua comunicação para chegarem mais próximas ao que o consumidor final procura. 
 

Uma informação que antes não era notada e hoje acaba se tornando um dos principais dados para as marcas é a da definição do consumidor final. Entender quem é o maior público comprador do produto permite uma divulgação adequada e, consequentemente, uma melhor comunicação, principalmente considerando que se trata de um mercado em crescimento e cada vez mais competitivo. 
 

 Neste cenário, se destaca a presença da consumidora, uma vez que na maioria dos casos a mulher é a responsável pela compra não só dos suplementos alimentares que irá utilizar, mas também dos de toda família. Essa lista inclui produtos que vão desde os que prometem beleza até os que fornecem benefícios para saúde. É importante ressaltar também que esse público passa pelo período gestacional.
 

Assim, hoje existe uma oportunidade tanto para marcas já existentes como para as novas investirem em produtos combinados com vitaminas, especialmente aqueles que tragam funcionalidade e cuja comunicação deixe claro para o consumidor final os benefícios e diferenciais que estão sendo adquiridos.



Referências:
Euromonitor Internacional. Dietary Supplements in Brazil, 2019.

New Nutrition Business, 2019 

 

Materias relacionadas

imagem da noticia

A importância do magnésio na saúde cognitiva

imagem da noticia

Bebidas alcoólicas e perda de minerais

imagem da noticia

Qual o papel da fortificação de alimentos?