+55 11 2925 6035

imagem da noticia
A vitamina K é um grupo de vitaminas lipossolúveis (solúvel em lipídios) e está disponível sob duas formas principais:  filoquinonas (vitamina K1) e menaquinonas (vitamina K2). Diferente da vitamina K1, que atua essencialmente no fígado (especialmente nos processos de coagulação sanguínea), a K2 é capaz de alcançar tecidos extra-hepáticos, onde ativa (por carboxilação) duas importantes proteínas dependentes de vitamina K envolvidas no direcionamento do cálcio para os ossos e na sua remoção das artérias, a osteocalcina (OC) e a matrix gla protein (MGP), respectivamente.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), as doenças cardiovasculares (DCVs) são consideradas a principal causa de morte no mundo, respondendo por 15 milhões de óbitos no ano de 2016. Neste cenário, a vitamina K2 tem sido demonstrada em diversos estudos como importante fator na proteção da saúde cardiovascular.

De fato, a publicação de um grande estudo de coorte fortaleceu a hipótese de que a vitamina K2 apresenta efeitos benéficos na prevenção de doenças cardiovasculares. Os resultados mostraram diminuição de 50% do risco de calcificação arterial e de mortalidade por doença coronária cardíaca em um grupo de 4807 mulheres e homens (55 anos ou mais) que consumiam altas quantidades de vitamina K2.

O papel da suplementação de vitamina K2 para a saúde cardiovascular também tem sido avaliado. Um estudo clínico observou que mulheres pós-menopausa, que receberam a suplementação dessa vitamina, apresentaram redução no índice de rigidez arterial, demonstrando benefícios substanciais na inibição do enrijecimento arterial decorrente da idade.

Além de seus benefícios para a prevenção de DCVs, a vitamina K2 tem sido demonstrada como uma importante aliada na melhora da função cardiovascular também em atletas. Um estudo suplementou atletas com vitamina K2 e observaram a otimização das funções cardiovasculares, com aumento de 12% do débito cardíaco. Os autores também sugerem que a vitamina K2 seria capaz de restaurar a função mitocondrial, melhorando o desempenho do músculo esquelético e cardíaco.

Dessa forma, a vitamina K2 vem ganhando destaque nos seus benefícios na saúde cardiovascular, mostrando eficácia contra a calcificação vascular e também auxiliando no aperfeiçoamento da atividade cardíaca e física. Além disso, acredita-se que o consumo de alimentos que contêm vitamina K tem diminuindo gradualmente ao longo do tempo. Assim, além do incentivo ao consumo de fontes naturais dessa vitamina, a suplementação oral pode ser uma estratégia importante para beneficiar a saúde cardiovascular.
 


Referências

Dôres SMC. Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes: Vitamina K. São Paulo: International Life Sciences Institute do Brasil, 2010.
Organização Pan-Americana da Saúde. 10 principais causas de morte no mundo [internet]. Brasília; 2017. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5638:10-principais-causas-de-morte-no-mundo&Itemid=0
Wen L, Chen J, Duan L, Li S. Vitamin K-dependent proteins involved in bone and cardiovascular health. Mol Med Rep. 2018; 18 (1): 3-15.
Schwalfenberg GK. Vitamins K1 and K2: The Emerging Group of Vitamins Required for Human Health. J Nutr Metab. 2017.
Peeters FECM, Meex SJR, Dweck MR, Aikawa E, Crijns HJGM, Schurgers LJ et al. Calcific aortic valve stenosis: hard disease in the heart: A biomolecular approach towards diagnosis and treatment. Eur Heart J. 2018; 39 (28): 2618-2624.
Geleijnse JM, Vermeer C, Grobbee DE, Schurgers LJ, Knapen MH, van der Meer IM, Hofman A, Witteman JC. Dietary intake of menaquinone is associated with a reduced risk of coronary heart disease: the Rotterdam Study. J Nutr. 2004;134 (11): 3100–3105.
Knapen MHJ, Braam LAJLM, Drummen NE, Bekers O, Hoeks APG, Vermeer C. Menaquinone-7 supplementation improves arterial stiffness in healthy postmenopausal women: double-blind randomised clinical trial. Thromb Haemost. 2015; 113 (5): 1135-1144.
Dahlquist DT, Stellingwerff T, Dieter BP, McKenzie DC, Koehle MS. Effects of macro- and micronutrients on exercise-induced hepcidin response in highly trained endurance athletes. Appl Physiol Nutr Metab. 2017; 42 (10): 1036-1043.
Berkner KL, Runge KW. The physiology of vitamin K nutriture and vitamin K‐dependent protein function in atherosclerosis. J Thromb Haemost. 2004; 2 (12): 2118-2132.
El Asmar MS, Naoum JJ, Arbid EJ. Vitamin K dependent proteins and the role of vitamin K2 in the modulation of vascular calcification: a review. Oman Medical Journal. 2014; 29(3):172-7.
McFarlin, B.K.; Henning, A.L.; Venable, A.S. Oral consumption of vitamin K2 for 8 weeks associated with increased maximal cardiac output during exercise. Alten Thern Health Med. 2017; 23(4):26-32.
 Schurgers, L.J. and C. Vermeer, Determination of phylloquinone and menaquinones in food. Effect of food matrix on circulating vitamin K concentrations. Haemostasis, 2000. 30(6): p. 298-307.

Materias relacionadas

imagem da noticia

Qual o papel da fortificação de alimentos?

imagem da noticia

Suplementação na Gestação

imagem da noticia

Saúde da Gestante: ginástica e alimentação